Jeepeiros de Goiás com novo site www.4x4goias.com

Esse forum foi criado, para aqueles e aquelas que curtem, praticam e admiram o estilo 4X4. Pratique Off Road, um estilo de vida.
 
PortalPortal  InícioInício  CalendárioCalendário  GaleriaGaleria  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
Matho 4wd é representante no Centro Oeste das marcas EATON, ENSIMEC, ENFER, MAXXIS, Guinchos ZHME, WARN, estamos trabalhando com uma linha completa em pecas para motores e acessórios p/ Off Road e Pick-up. Despachamos p/ todo o Brasil, faca seu orçamento. Matho 4WD Rua 16, Qd. 50, Lt. 12, Jd. Santo Antonio Goiânia – Goiás CEP: 74853-290 S16 43.765 W49 14.604 Loja: (62) 3932-0066 - 3932-0088 - 8193-0906 NEXTEL Loja - 957*25322 www.matho.com.br
Já estamos no ar com site www.matho.com.br para melhor atende-lo.
1º REDNECK MUDFEST PIRENOPOLIS - GO 29 e 30 de setembro

Compartilhe | 
 

 Jipeiros de vários estados usam frequências erradas de VHF.

Ir em baixo 
AutorMensagem
Marcelo Dias
Admin
avatar

Mensagens : 647
Data de inscrição : 09/10/2008
Idade : 45
Localização : Goiânia - Goiás

MensagemAssunto: Jipeiros de vários estados usam frequências erradas de VHF.   Dezembro 2nd 2009, 14:47

E agora qual usar?


Jipeiros de vários estados usam frequências erradas de VHF


Comunidades jipeiras de vários estados brasileiros e principalmente nordestinos empregam há anos freqüências erradas de rádio VHF em seus serviços de “simplex”, e por dever de consciência precisam sair das faixas para não serem depois responsabilizadas por acidentes decorrentes ou agravados por interferências indevidas em comunicações de alta responsabilidade.

No alerta neste sentido chegou esta semana à redação de Notícias de Jipeiros, em resposta a informação que um leitor deste jornal postou em grupo de discussões que “off roaders” comparilham na internet. Diante de consulta formulada por um colega do centro-sul do país que pretende viajar ao Nordeste e precisaria conhecer as freqüências de rádio VHF empregadas pelos jipeiros da região, o leitor lançou mão de canais que este jornal veiculada diariamente.

Citando a seção “Radioamadorismo” deste jornal, o leitor elencou estes canais de “simplex” empregados por jipeiros:

152.250 – Manaus, Amazonas

145.500 – Natal, Rio Grande do Norte

144.160 - João Pessoa, Paraíba

144.160 – Recife, Pernambuco

144.400 – Fortaleza, Ceará.

Em resposta, outro jipeiro salientou a irregularidade, lembrando que os radio amadores devem operar dentro de determinadas sub-faixas liberadas para “simplex”, que são estas:

146.400kHz a 146.590kHz - Comunicados diretos, simplex, em FM.

147.400kHz a 147.590kHz - Comunicados diretos, simplex, em FM.

145.500kHz a 145.800kHz - Comunicados diretos, simplex, em FM.

Esta orientação corresponde a uma que em outubro último o geólogo Joaquim das Virgens Neto, professor da Universidade Federal do Piauí (UFPI) e ex-presidente da seccional norte-rio-grandense da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão (Labre) divulgou através de Notícias de Jipeiros, a propósito da preocupação que sente ao constatar que os jipeiros usam o “simplex” errado.

Os dois divergem apenas quanto ao canal 146.520. Segundo “Joca” das Virgens, este é o canal adotado universalmente por “off roaders”. O texto postado estes dias especifica ainda mais sua importância, indicando-o desta forma;

- 146.520 - Canal Simplex Nacional, Mantenha livre. Internacional de Socorro para radioamador.

Esta especificidade pode também recomendar que este canal deixe de ser utilizado nas conversações dos jipeiros que o utilizam para constar como freqüência de reserva apenas para pedidos de socorro.

Prevalecendo a orientação de “Joca”, 146.520 Mhz deveria ser adotada por todos os jipeiros brasileiros como a freqüência comum, e cada clube ou grupo eleger outra para uso mais restrito aos seus integrantes. Todas as que vierem a ser utilizadas por clubes e grupos, porém, precisarão estar contidas naquele universo do canais autorizados para o serviço de “simplex”.

Se, porém, se impuser a nova recomendação, a freqüência 146.520 não deverá ser utilizada nem como simplex específico de uma associação nem como comum a toda a comunidade jipeira, podendo ser gravado na memória dos dispositivos de rádio emissão apenas para mobilizações em termos de socorro.

_________________
Marcelo Dias
Cel. (62) 9178-7448
NEXTEL: 957*25323 - 627815-7061
Matho 4WD
Rua 16, Qd. 50, Lt. 12, Jd. Santo Antonio
Goiânia – Goiás CEP: 74853-290
S16 43.765 W49 14.604
Loja: (62) 3932-0066 - 3932-0088 - 8193-0906
NEXTEL Loja - 957*25322

www.4x4goias.com
www.4x4degoias.forumeiros.com

Rednecks are better than you fuckers

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.4x4goias.com
Marcio-Bsb



Mensagens : 11
Data de inscrição : 16/12/2009
Idade : 46
Localização : Taguatinga/DF

MensagemAssunto: Re: Jipeiros de vários estados usam frequências erradas de VHF.   Janeiro 1st 2010, 18:57

As frequencias 144.970 e 146.520 são convencionadas tanto no Brasil como nos EUA como frequencias nacional de chamada (FNC)

e ela deve ser usada da seguinte forma:

Suponha que você encontra um veiculo na estrada usando antena de VHF e quer um QSO com o motorista, entao voce o chama em uma das duas Freqüências e ambos fazem QSY. Isso ainda é um movimento para que os radioamadores façam QSU nacionalmente nestas frequencias pra estabelecerem o QSO inicial

Os jeepeiros que possuem coer devem escolher desta forma uma outra frequencia para os QSO's nas trilhas compreendida nos intervalos de freqüência simplex citada no seu post!

Um forte abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Jipeiros de vários estados usam frequências erradas de VHF.
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Jeepeiros de Goiás com novo site www.4x4goias.com :: Diversos. Fórum criado para diversas informações sobre 4X4-
Ir para: